quarta-feira, 29 de junho de 2011



Como a vida seria diferente se Deus fosse uma divindade "a ser tocada com as mãos". Seria a evidência. Não precisaríamos de provas sobre a Sua existência. Neste sonho bastaria fazer-lhe um pedido para sermos atendidos mais do que de repente. Temos um inimigo? O Poderoso logo o afastaria. Temos dívidas? O socorro mágico aconteceria antes do pôr-do-sol. Somos acometidos por uma doença? Feito o pedido de cura, num piscar de olhos o mal estaria superado.
Mas Deus é um Ser que confia na inteligência humana. O homem pode chegar a Deus a duras penas, às apalpadelas. "Como cegos vamos tateando como quem não enxerga" (Is 59, 10). Isso nos dá ocasião para expressarmos fé, que é um ato meritório, por depender de nossa livre vontade. O delírio fantasioso, acima descrito, seria um puro “encantamento”. Seríamos obrigados a crer. Assim como a Providência dispôs, baseamo-nos numa intuição muito forte de que este Ser Poderoso tem que existir, e Lhe devemos profundo respeito. E com amor nos consideramos profundamente ligados a Ele.
Quem é que nunca chega a Deus? Os que não são capazes de dobrar os joelhos, vale dizer, quem é um soberbo de coração. Também não alcançam essa fé salvadora, os perversos que praticam o mal. “Os pecadores não ficarão de pé na assembléia dos justos” (Sl 1, 5). Também os devassos, os que vivem atolados nos prazeres sexuais desenfreados, não chegarão lá. “Felizes os puros de coração porque verão a Deus” (Mt 5, 8). O mesmo se diga sobre aqueles que se apegam por demais aos bens materiais. “Não podeis servir a Deus e ao dinheiro” (Lc 16, 13).

Além do mais, um grande auxílio para o encontro, na fé, com o Deus verdadeiro, é a inteligência. Podemos em toda a parte ver os “rastos” do Eterno, mesmo sem jamais vê-Lo neste mundo. Isso aconteceu com o coordenador do projeto Genoma Humano. O cientista Francis Collins entrou ateu no projeto e saiu como um homem de fé convicta. No entanto, eu quero lhe dar, amigo leitor, a chave que abre os caminhos mais misteriosos da existência humana. É o melhor modo de se aproximar do Ser amoroso por excelência. É se encontrar com Cristo. Este nós O vimos e tocamos com as mãos. Ele é o revelador do rosto do Pai, porque Ele relata o que viu.
Dom Aloísio Roque Oppermann scj - 
Arcebispo de Uberaba, MG

segunda-feira, 30 de maio de 2011

Irmã Dulce, uma santa nordestina - Por Dom Sérgio da Rocha

Quando se fala de santos, a tendência das pessoas é pensar naqueles que estão nos altares representados pelas imagens, ou que se encontram no céu, ou ainda num passado muito distante. De fato, inúmeros santos viveram há séculos ou há quase dois mil anos, porém, muitos outros viveram em nosso tempo. Antes de serem imagens sacras ou de chegarem ao céu, foram pessoas que viveram na terra em meio aos desafios e alegrias da vida cotidiana, como nós. Assim aconteceu com a baiana Irmã Dulce, que foi beatificada em Salvador, sua terra natal, no dia 22 de maio. Sua beatificação é relevante para todo o Brasil, porém, enaltece especialmente a Bahia e todo o nosso querido Nordeste. Sua figura e atuação vão muito além da Igreja Católica, sendo muito querida e admirada também por gente de outras denominações religiosas. Para a sua beatificação foi importante o reconhecimento de um milagre por intermédio de sua intercessão, a recuperação de uma mulher sergipana que havia sido desenganada por médicos após sofrer hemorragia durante o parto. Contudo, a sua beatificação é, acima de tudo, o reconhecimento de uma vida santa que serve de exemplo para todos nós.


Falecida em 1992, já com fama de santidade, a Irmã Dulce, conhecida como o “Anjo bom da Bahia”, chamava-se Maria Rita de Souza Brito Lopes Pontes. Ao tornar-se religiosa na Congregação das Irmãs Missionárias da Imaculada Conceição da Mãe de Deus, passou a ser chamada Irmã Dulce. Quando enferma, teve a graça de ser visitada pelo beato Papa João Paulo II, em 1991.

Ela nos deixou grandes lições de vida como a humildade, a caridade, o serviço, a solidariedade e a partilha, motivada pela fé em Cristo e animada por uma vida intensa de oração. Consagrou-se a Deus servindo aos que sofrem e testemunhando o valor da vida dos que não têm a própria dignidade e direitos reconhecidos. Dedicou-se, com admirável caridade, ao serviço dos pobres, dos desamparados e dos doentes, reconhecendo neles o rosto sofredor de Jesus Cristo. Confiando na Divina Providência e contando com a solidariedade das pessoas, fundou diversas obras sociais e estabelecimentos, dentre os quais se destaca o renomado Hospital Santo Antonio, em Salvador, em cuja capela encontra-se sepultada. Louvamos a Deus pela nova beata declarada pela Igreja, Irmã Dulce, assim como, por tantas mulheres e homens que se dedicam generosamente ao serviço da caridade em nossas famílias, hospitais, casas de acolhida e comunidades. “Beato”, isto é, “feliz” quem vive o mandamento do amor que Jesus nos deixou, como fez Irmã Dulce.

Fonte: http://www.cancaonova.com.br/portal/canais/formacao/internas.php?id=&e=12363

quinta-feira, 26 de maio de 2011

Ser Jovem e Santo é...

Depois de uma maravilhosa semana, recheada de muitos debates e expressões de ideias, encerramos o tema "A Froça de uma Juventude Santa" com um saldo positivo de muitas experiências compartilhadas e aprendizado.
Encerramos hoje com alguns curtos depoimentos de nossos seguidores no Twitter:

Larissa Custódio

Marília Gabriela

Caroline Sabará

Obrigado pela participação! Continue #ExpressandoSeusPontosDeVista!

Eu Acredito no Jovem por Dunga (Canção Nova)


Existem pessoas que decidiram não envelhecer apesar do tempo, das rugas, dos cabelos brancos e da visão turva. Existem jovens que mantiveram seus ideais intactos e levaram para a vida adulta todos os seus sonhos e inspirações da adolescência – uma época em que "dói" crescer.  Estes, hoje, são presidentes, médicos, esportistas, professores, comunicadores... Pessoas que nos causam admiração e que se tornaram referenciais nacionais e internacionais.

Olhando para os "cronologicamente" jovens, também percebemos que uma nova safra surgiu (aliás, estas safras nunca deixaram de surgir). Porém, hoje, as drogas, a violência e, especialmente, a afetividade deturpada têm sufocado esta geração, colocando verdadeiramente em risco a juventude que sempre trouxe uma esperança aos problemas contemporâneos da humanidade.

Se dermos uma passada em cadeias públicas ou de segurança máxima, unidades terapêuticas no combate e prevenção às drogas, casas de apoio ao soropositivo em fase terminal e em outros ambientes similares, veremos um quadro assustador. Muitos jovens inteligentes e cheios de dons estão ali, tentando não desistir dos sonhos e inspirações. Mas esses sonhos, muitas vezes, se transformam em pesadelos. Na mensagem para a XXV Jornada Mundial da Juventude, o Papa Bento XVI afirmou: “Apesar das dificuldades, não vos deixeis desencorajar nem renuncieis aos vossos sonhos!”

É preciso um “levante”! É preciso que esses adultos que hoje decidem, formam opinião, ditam ritmos e velocidade da moda, do câmbio, das notícias e que não perderam seus ideais de juventude unam-se aos jovens que, por milagre, por boa educação familiar e religiosa, não se corromperam. É preciso que esses adultos façam algo realmente significativo, pois existem, ouso dizer, milhares e milhares de jovens que não desistiram desse desafio de mudar as faces distorcidas da sociedade.

Por onde passo, vejo o brilho nos olhos dos jovens. De um lado, vejo jovens de 18 anos servindo no Exército israelense, com suas metralhadoras penduradas no pescoço, enquanto degustam seus sanduíches, sorrindo e se abraçando. Do outro lado de um muro que traz divisão, jovens palestinos. No fundo, todos querem paz. No Paraguai, vi jovens que, apesar de toda humilhação das gerações anteriores, por causa de uma guerra violenta, não desistem e querem ver o país com alta “autoestima”. Em tantos países, vejo jovens brasileiros morrendo de saudades de seu país, enquanto batalham por uma vida melhor.

Os jovens que rezam, estudam, lutam para se manter castos; que sonham e honram os pais, erram e caem, mas se levantam; que saem das drogas, cantam, dançam, votam... São esses os jovens que têm o direito de errar tentando acertar, que precisam ser corrigidos e orientados por uma sociedade que precisa aprender a amar a juventude.

A Organização das Nações Unidas (ONU) já declarou 2010 como o Ano Internacional da Juventude. Essa juventude pode mudar o rumo do mundo, da consciência ecológica, ética, política, sociológica e antropológica. É o jovem que pode, agora, tocar nisto e mudar o destino do planeta. As visões escatológicas, de fim de mundo, são baseadas no que muitos anciãos fazem por interesses pessoais e econômicos. Mas ao jovem o que interessa é viver, ter tempo para crescer. O jovem é o maior interessado em mudanças. Este é o momento para quem está vivo, e bem vivo, agir.

É muito difícil e triste imaginar jovens que não queiram viver. Se eles estão nas drogas, no crime, ou até mesmo na depressão, é porque os adultos não os valorizaram, não acreditaram que aquela criança ou adolescente teria a chance real de ser alguém que, nos planos de Deus, pudesse mudar o mundo. É assim que devemos pensar. Basta um jovem, apenas um, e o mundo pode ser melhor.

Por causa de alguns homens, pessoas que não tiveram a chance de ser um bom jovem, o rumo da história e da humanidade eclipsou-se por um tempo. O que fará um adulto que na sua juventude não foi incentivado, educado com o bem, com religião, família, cultura, ciência, ética etc? Está em nós pais, professores, educadores, padres, pastores e políticos a responsabilidade de formar e esperar “novos” Ayton Senna, Pitanguy, Ziraldo, Chico Mendes...

Se esses jovens estão hoje com 16, 17, 18 anos, nem sabem o que espera por eles. É nossa a missão de plantar, regar e colher. Que o Criador nos ilumine para não desistirmos de nós mesmos ao esquecer que um dia fomos jovens e que hoje, como adultos, podemos acreditar que a vida continua nos filhos que geramos e que são, sem dúvida, uma versão melhorada de nós mesmos.

Eu acredito no jovem.
  
* Dunga é missionário da Comunidade Canção Nova, apresentador do programa PHN transmitido pela TV Canção Nova e locutor da Rádio Canção Nova AM e FM. É autor de quatro livros e já gravou oito CDs. Seus recentes trabalhos são o livro "Abra-se a Restauração” e o CD "Transfiguração”. 

Escrito por: Dunga

sábado, 21 de maio de 2011

Das Confissões de Santo Agostinho...



És grande, Senhor e infinitamente digno de ser louvado; grande é teu poder, e
incomensurável tua sabedoria. E o homem, pequena parte de tua criação quer louvar-te, e
precisamente o homem que, revestido de sua mortalidade, traz em si o testemunho do pecado e a
prova de que resistes aos soberbos. Todavia, o homem, partícula de tua criação, deseja louvar-te.
Tu mesmo que incitas ao deleite no teu louvor, porque nos fizeste para ti, e nosso coração está
inquieto enquanto não encontrar em ti descanso.
Concede, Senhor, que eu bem saiba se é mais importante invocar-te e louvar-te, ou se
devo antes conhecer-te, para depois te invocar. Mas alguém te invocará antes de te conhecer?
Porque, te ignorando, facilmente estará em perigo de invocar outrem. Porque, porventura, deves
antes ser invocado para depois ser conhecido? Mas como invocarão aquele em que não crêem?
Ou como haverão de crer que alguém lhos pregue?
Com certeza, louvarão ao Senhor os que o buscam, porque os que o buscam o encontram
e os que o encontram hão de louvá-lo.
Que eu, Senhor, te procure invocando-te, e te invoque crendo em ti, pois me pregaram teu
nome. invoca-te, Senhor, a fé que tu me deste, a fé que me inspiraste pela humanidade de teu
Filho e o ministério de teu pregador.
Confissões, Santo Agostinho, doutor
[http://migre.me/4B3vp]

quarta-feira, 18 de maio de 2011

Bento XVI convida jovens a buscarem Cristo e Apresenta-lhes o exemplo heróico de Santo Hilário


CIDADE DO VATICANO, quarta-feira, 13 de janeiro de 2010 (ZENIT.org).- Bento XVI convidou hoje os jovens a buscarem Cristo, no final da primeira audiência geral de 2010.
Ao cumprimentar os milhares de jovens, assim como enfermos e recém-casados presentes na Sala Paulo VI do Vaticano, o pontífice lhes propôs o exemplo de Santo Hilário, bispo de Poitiers, que viveu na França do século IV e foi desterrado durante quatro anos para a Frígia, por defender a divindade de Cristo.
“Que seu exemplo vos apóie, queridos jovens, na constante e valente busca de Cristo”, disse o pontífice.
Entre os presentes, encontravam-se 3.500 estudantes da diocese de Caserta, no sul da Itália.
“Obrigado por vossa presença e pelo vosso compromisso na fé. Vejo e sinto a força da vossa fé”, reconheceu o Papa.
Depois, dirigiu-se aos enfermos, alguns em cadeiras de rodas, para convidá-los a “oferecer vossos sofrimentos para que o Reino de Deus se difunda no mundo inteiro”.
Por último, cumprimentou os recém-casados, alguns presentes com sua roupa de casamento, para pedir-lhes que sejam “testemunhas do amor de Cristo na vida familiar”

Fonte: Zenit

Jovens comemoram contagem regresiva da JMJ

MADRI, terça-feira, 10 de maio de 2011 (ZENIT.org) - Cem dias antes do início da Jornada Mundial da Juventude (JMJ), foi realizado no domingo, em Madri, um encontro para agradecer a colaboração de milhares de famílias e voluntários que trabalham na preparação do evento, do qual o Papa Bento XVI participará na capital espanhola, encontrando-se com milhares de jovens do mundo inteiro.
Durante o encontro, do qual participaram mais de 8 mil pessoas, houve momentos de oração e de festa. Às 12h, começou a Missa presidida pelo cardeal arcebispo de Madri, Antonio María Rouco Varela.
Em sua mensagem para esta "reta final", ele disse que "a JMJ é um grande dom e uma enorme responsabilidade", razão pela qual é urgente o compromisso generoso, para que este encontro seja para muitos uma ocasião de "profundo e autêntico encontro com Jesus Cristo".
O encontro foi transmitido pela 13TV, acompanhado de um programa especial sobre o evento deste ano, intitulado "A 100 dias da JMJ" e apresentado pela conhecida jornalista televisiva Inmaculada Galván e por Rafael Barrio.
O Papa Bento XVI enviou uma mensagem aos participantes, na qual os convidou a "intensificar a oração pelos frutos da JMJ" e a que seu trabalho impulsione "a evangelização das novas gerações, que se espera com entusiasmo a partir deste importante acontecimento eclesial".
Um dos marcos do dia foi a estreia da equipe de apresentadores que conduzirão os principais atos durante a Jornada. Alem disso, após semanas de ensaios, o coral e a orquestra da JMJ se apresentaram pela primeira vez, em um ato público multitudinário.
O diretor da orquestra, Borja Quintás, disse: "Este é um projeto único, no qual se une a alegria de tocar para o Papa e para milhares de jovens vindos do mundo inteiro, e no qual muitos jovens colocam à disposição seu talento musical e seu trabalho".
Para esta ocasião, foram interpretadas três peças musicais de compositores espanhóis e russos. "Foi um mês e meio muito intenso de ensaios, mas valeu a pena", disse Marisol, uma das componentes do coral.
"Eu venho de Tarragona todo sábado para ensaiar, mas não sou o único. Fiquei sabendo através de Spodtify, e disse ‘eu quero ser voluntário', com o melhor que sei fazer: a música", declarou, por sua vez, Lluis, um dos integrantes da orquestra.
Ao longo do encontro houve momentos festivos. Entre eles, destacou-se a apresentação de La Voz del Desierto y David de María, bem como do grupo pop espanhol Melocos.
"Esta é uma oportunidade que os jovens não podem perder", disse Jaime, o principal componente do grupo. Por sua vez, Gonzalo, outro dos integrantes, fez este convite aos jovens: "Venha e participe, depois você me conta".
Até este momento, 340 mil pessoas se inscreveram na JMJ, procedentes de 170 países.


(Fonte: ZENIT)

segunda-feira, 16 de maio de 2011

Santo sem deixar de ser Jovem! Por Adriano Gonçalves

Santo sem deixar de ser Jovem!


Ser jovem é muito bom. É nesta fase da vida que nossos sonhos desabrocham, é nesta fase da vida que queremos mudar tudo e todos.
Uma fase de fazer a diferença!
  “A juventude não é apenas um período de vida (…), mas uma qualidade de alma que se caracteriza precisamente por um idealismo que se abre para o amanhã.” (Joao Paulo II)
Unir minha jovialidade com a certeza de que Deus está comigo é totalmente possível. Ele não me tira nada, pelo contrário Ele me dá tudo! Ele se faz meu amigo no presente, e tem a minha história na sua mão: nela segura firmemente o  meu passado, com as fontes e os alicerces do meu ser; nela guarda ansiosamente o futuro, e me faz vislumbrar a mais bela alvorada de toda a minha vida. É com esta mão forte que conto quando caio e não quero ficar largado no chão. Ele tem a voz que ecoa no silêncio do meu coração me acordando pra vida.
“Quando o jovem não se decide, corre o risco de ficar uma eterna criança!( Bento XVI)”
Não quero ser criança quero crescer! Quero me decidir! Hoje me decido a ser Santo! Santo sem deixar de ser Jovem.
Tomo a coragem de  ter decisões definitivas porque sei que na verdade são as únicas que não destroem a minha liberdade, mas criam a justa direção, possibilitando seguir em frente e alcançar algo de grande na vida. Algo que me é garantido! A vida eterna! O céu!
Te desafio a ser santo. Topa?
Ser santo sem deixar de ser jovem! E pra provar que é possível temos muitos exemplos de pessoas que começaram este projeto de santidade ainda na juventude e se transformaram em santos de altares.
Acredito que uma nova “tribo” precisa se levantar. A tribo dos jovens que não querem a vida igual a tudo que se vê, tribo de jovens que optam pela santidade. Santos de Calça Jeans!
Vamos juntos formar uma geração de jovens que buscam acima de tudo a santidade de Deus?

Espero sua resposta!
Site: http://blog.cancaonova.com/revolucaojesus/2010/08/13/santo-sem-deixar-de-ser-jovem/

DEPOIMENTO: A Força de uma juventude Santa! Por Tanilson Lima

Eu como jovem, em busca da santidade, posso dizer. A busca por tal graça não é fácil.
Mas o que pergunto todos os dias é:
- Se buscar a santidade é algo tão dificil, por que eu e outras muitas pessoas a buscam incansavelmente.
Por que nós vemos a alegria em Deus, o amor que ele teve por nós, e por ter dado seu filho como prova disso. Ele morreu, deu sua vida por nós e para a libertação dos nossos pecados. Por isso, não canso de me questionar se faço por merecer esta graça e prova do amor de Deus!
Por isso continuo e estarei sempre em busca da santidade. Posso confirmar, não será fácil, o caminho será tortuoso e dificil, mas com fé irei caminhar! Sem medo vou andar e andar! Sempre tendo meu bom e fiel companheiro, JESUS CRISTO!



Tanilson Lima Gois
Paroquia N. Sra. do Perpétuo Socorro
Mondubim - Fortaleza, CE.

DEPOIMENTO: A Força de uma juventude Santa! Por Kelvin Lima

A graça e a paz do Nosso Senhor!

Olá juventude, é com muita alegria que escrevo esse depoimento, que tem como foco contar o quanto é bom ser jovem, e um jovem santo.
Começo dizendo: Juventude, não deixe de sonhar, alegre-se! Pois ser jovem é ser feliz, é encontrar em Deus a nossa alegria. Ser jovem é ter coragem.
- Jovem Coragem!
Ser jovem é levar no peito o nome de Jesus, sonhando com um amanhã feliz que para Deus conduz.
Por isso juventude "Ide, e incendiai o mundo no amor de Deus!" diz: Santo Inácio de Loyola.
Você e eu fomos feitos para fazer a diferença e também fomos feitos para colocar fogo do amor de Deus no mundo. Já falava Santa Catarina de Sena "Jovens, se fores aquilo que Deus quer, colocareis fogo no mundo". Deixo essa mensagem para que vocês leiam e possam refletir e que você possa fazer uma opção por esse Deus que te ama, pois seguir a Deus é ser feliz, mesmo com todas as dificuldades e problemas, ainda assim com tudo isso devemos continuar feliz, essa é a maior graça que podemos receber de Deus!

"Dai-me almas e ficai com o resto, o que importa é a juventude santa!" (Dom Bosco)

Sejamos Santos! Pax et bouum!!!




Kelvin Lima (Comunidade Católica Luz do Mundo)
Paroquia N. Sra. do Perpétuo Socorro
Mondubim - Fortaleza, CE.



Carta aos Jovens - João Paulo II



“Precisamos de Santos sem véu ou batina.
Precisamos de Santos de calças jeans e tênis.
Precisamos de Santos que vão ao cinema, ouvem música e passeiam com os amigos.
Precisamos de Santos que coloquem Deus em primeiro lugar, mas que se “lascam” na faculdade.
Precisamos de Santos que tenham tempo todo dia para rezar e que saibam namorar na pureza e castidade, ou que consagrem sua castidade.
Precisamos de Santos modernos, Santos do século XXI com uma espiritualidade inserida em nosso tempo.
Precisamos de Santos comprometidos com os pobres e as necessárias mudanças socias.
Precisamos de Santos que vivam no mundo se santifiquem no mundo, que não tenham medo de viver no mundo.
Precisamos de Santos que bebam Coca-Cola e comam hot dog, que usem jeans, que sejam internautas, que escutem discman.
Precisamos de Santos que amem a Eucaristia e que não tenham vergonha de tomar um refri ou comer pizza no fim-de-semana com os amigos.
Precisamos de Santos que gostem de cinema, de teatro, de música, de dança, de esporte.
Precisamos de Santos sociáveis, abertos, normais, amigos, alegres, companheiros.
Precisamos de Santos que estejam no mundo; e saibam saborear as coisas puras e boas do mundo mas que não sejam mundanos”. 
João Paulo II

domingo, 27 de março de 2011

Fonte de Sabedoria

"Aquele que pedia de beber(Jesus), tinha sede da fé daquela mulher". Santo Agostinho.

sexta-feira, 25 de março de 2011

Fonte de Sabedoria

"Conheci que a maior força está contida na paciência. Vejo que a paciência sempre conduz á vitória, embora não imediatamente, essa vitória se manifestará depois. A paciência anda junto com a mansidão."
(Santa Faustina)

Quaresma é tempo de...


 Marina Pancali 
@ Queresma, tempo de refletir e viver na fé! Provações virão com mais frequencia, mas não desista, Deus te ama! Paz e alegria!


 Naty Sollari 
@ Quaresma é tempo de ... refletir, se converter, e mudar. Rever o que está errada e voltar as sua origem: Deus .

 Cristiane 
@ Quando vamos entender, que nossa vida é tão curta e q tudo passa, e somente nos entregado nos tornamos imensidão?!

 Marcos Paulo
@  é tempo favorável de retorno á Deus, de mudar nossas acões para melhor.



O Tempo da Quaresma

 O que quer dizer Quaresma?
        


A palavra Quaresma vem do latim quadragésima e é utilizada para designar o período de quarenta dias que antecedem a festa ápice do cristianismo: a ressurreição de Jesus Cristo, comemorada no famoso Domingo de Páscoa. Esta prática data desde o século IV.
        Na quaresma, que começa na quarta-feira de cinzas e termina na quinta-feira (até a Missa da Ceia do Senhor, exclusive - Diretório da Liturgia - CNBB) da Semana Santa, os católicos realizam a preparação para a Páscoa. O período é reservado para a reflexão, a conversão espiritual. Ou seja, o católico deve se aproximar de Deus visando o crescimento espiritual. Os fiéis são convidados a fazerem uma comparação entre suas vidas e a mensagem cristã expressa nos Evangelhos. Esta comparação significa um recomeço, um renascimento para as questões espirituais e de crescimento pessoal. O cristão deve intensificar a prática dos princípios essenciais de sua fé com o objetivo de ser uma pessoa melhor e proporcionar o bem para os demais.
        Essencialmente, o período é um retiro espiritual voltado à reflexão, onde os cristãos se recolhem em oração e penitência para preparar o espírito para a acolhida do Cristo Vivo, Ressuscitado no Domingo de Páscoa. Assim, retomando questões espirituais, simbolicamente o cristão está renascendo, como Cristo. Todas as religiões têm períodos voltados à reflexão, eles fazem parte da disciplina religiosa. Cada doutrina religiosa tem seu calendário específico para seguir. A cor litúrgica deste tempo é o roxo, que significa luto e penitência.
        Cerca de duzentos anos após o nascimento de Cristo, os cristãos começaram a preparar a festa da Páscoa com três dias de oração, meditação e jejum. Por volta do ano 350 d. C., a Igreja aumentou o tempo de preparação para quarenta dias. Assim surgiu a Quaresma.

 Qual o significado destes 40 dias?
        Na Bíblia, o número quatro simboliza o universo material. Os zeros que o seguem significam o tempo de nossa vida na terra, suas provações e dificuldades. Portanto, a duração da Quaresma está baseada no símbolo deste número na Bíblia. Nela, é relatada as passagens dos quarenta dias do dilúvio, dos quarenta anos de peregrinação do povo judeu pelo deserto, dos quarenta dias de Moisés e de Elias na montanha, dos quarenta dias que Jesus passou no deserto antes de começar sua vida pública, dos 400 anos que durou a estada dos judeus no Egito, entre outras. Esses períodos vêm sempre antes de fatos importantes e se relacionam com a necessidade de ir criando um clima adequado e dirigindo o coração para algo que vai acontecer.
 O que os cristãos devem fazer no tempo de Quaresma?
        A Igreja católica propõe, por meio do Evangelho proclamado na quarta-feira de cinzas, três grandes linhas de ação: a oração, a penitência e a caridade. Não somente durante a Quaresma, mas em todos os dias de sua vida, o cristão deve buscar o Reino de Deus, ou seja, lutar para que exista justiça, a paz e o amor em toda a humanidade. Os cristãos devem então recolher-se para a reflexão para se aproximar de Deus. Esta busca inclui a oração, a penitência e a caridade, esta última como uma conseqüência da penitência. 

 Ainda é costume jejuar durante este tempo?
        Sim, ainda é costume jejuar na Quaresma, ainda que ele seja válido em qualquer época do ano. A igreja propõe o jejum principalmente como forma de sacrifício, mas também como uma maneira de educar-se, de ir percebendo que, o que o ser humano mais necessita é de Deus. Desta forma se justifica as demais abstinências, elas têm a mesma função.
        Oficialmente, o jejum deve ser feito pelos cristãos batizados, na quarta-feira de cinzas e na sexta-feira santa. Pela lei da igreja, o jejum é obrigatório nesses dois dias para pessoas entre 18 e 60 anos. Porém, podem ser substituídos por outros dias na medida da necessidade individual de cada fiel, e também praticados por crianças e idosos de acordo com suas disponibilidades.
        O jejum, assim como todas as penitências, é visto pela igreja como uma forma de educação no sentido de se privar de algo e reverte-lo em serviços de amor, em práticas de caridade. Os sacrifícios, que podem ser escolhidos livremente, por exemplo: um jovem deixa de mascar chicletes por um mês, e o valor que gastaria nos doces é usado para o bem de alguém necessitado.

 O que é a Campanha da Fraternidade?
        O percurso da Quaresma é acompanhado pela realização da Campanha da Fraternidade – a maior campanha da solidariedade do mundo cristão. Cada ano é contemplado um tema urgente e necessário.
        A Campanha da Fraternidade é uma atividade ampla de evangelização que ajuda os cristãos e as pessoas de boa vontade a concretizarem, na prática, a transformação da sociedade a partir de um problema específico, que exige a participação de todos na sua solução. Ela tornou-se tão especial por provocar a renovação da vida da igreja e ao mesmo tempo resolver problemas reais.
        Seus objetivos permanentes são: despertar o espírito comunitário e cristão no povo de Deus, comprometendo, em particular, os cristãos na busca do bem comum; educar para a vida em fraternidade, a partir da justiça e do amor: exigência central do Evangelho. Renovar a consciência da responsabilidade de todos na promoção humana, em vista de uma sociedade justa e solidária.
        Os temas escolhidos são sempre aspectos da realidade sócio-econômico-política do país, marcada pela injustiça, pela exclusão, por índices sempre mais altos de miséria. Os problemas que a Campanha visa ajudar a resolver, se encontram com a fraternidade ferida, e a fé, tem o compromisso de restabelecê-la. A partir do início dos encontros nacionais sobre a CF, em 1971, a escolha de seus temas vem tendo sempre mais ampla participação dos 16 Regionais da CNBB que recolhem sugestões das Dioceses e estas das paróquias e comunidades.

 Como começou a Campanha da Fraternidade?
        Em 1961, três padres responsáveis pela Cáritas Brasileira idealizaram uma campanha para arrecadar fundos para as atividades assistenciais e promocionais da instituição e torná-la autônoma financeiramente. A atividade foi chamada Campanha da Fraternidade e realizada pela primeira vez na quaresma de 1962, em Natal-RN, com adesão de outras três Dioceses e apoio financeiro dos Bispos norte-americanos. No ano seguinte, 16 Dioceses do Nordeste realizaram a campanha. Não teve êxito financeiro, mas foi o embrião de um projeto anual dos Organismos Nacionais da CNBB e das Igrejas Particulares no Brasil, realizado à luz e na perspectiva das Diretrizes Gerais da Ação Pastoral (Evangelizadora) da Igreja em nosso País.
        Este projeto se tornou nacional no dia 26 de dezembro de 1963, com uma resolução do Concílio Vaticano II, a maior e mais importante reunião da igreja católica. O projeto realizou-se pela primeira vez na quaresma de 1964. Ao longo de quatro anos seguidos, por um período extenso em cada um, os Bispos ficaram hospedados na mesma casa, em Roma, participando das sessões do Concílio e de diversos momentos de reunião, estudo, troca de experiências. Nesse contexto, nasceu e cresceu a Campanha da Fraternidade.

 Qual é a relação entre Campanha da Fraternidade e a Quaresma?
        A Campanha da Fraternidade é um instrumento para desenvolver o espírito quaresmal de conversão e renovação interior a partir da realização da ação comunitária, que para os católicos, é a verdadeira penitência que Deus quer em preparação da Páscoa. Ela ajuda na tarefa de colocar em prática a caridade e ajuda ao próximo. É um modo criativo de concretizar o exercício pastoral de conjunto, visando a transformação das injustiças sociais.
        Desta forma, a Campanha da Fraternidade é maneira que a Igreja no Brasil celebra a quaresma em preparação à Páscoa. Ela dá ao tempo quaresmal uma dimensão histórica, humana, encarnada e principalmente comprometida com as questões específicas de nosso povo, como atividade essencial ligada à Páscoa do Senhor.

 Quais são os rituais e tradições associados com este tempo?
        As celebrações têm início no Domingo de Ramos, ele significa a entrada triunfal de Jesus, o começo da Semana Santa. Os ramos simbolizam a vida do Senhor, ou seja, Domingo de Ramos é entrar na Semana Santa para relembrar aquele momento.
        Depois, celebra-se a Ceia do Senhor, realizada na quinta-feira santa, conhecida também como o lava pés. Ela celebra Jesus criando a eucaristia, a entrega de Jesus e portanto, o resgate dos pecadores.
        Depois, vem a celebração da Sexta-feira da Paixão, também conhecida como sexta-feira santa, que celebra a morte do Senhor, às 15 horas. Na sexta à noite geralmente é feita uma procissão ou ainda a Via Sacra, que seria a repetição das 14 passagens da vida de Jesus.
        No sábado à noite, o Sábado de Aleluia, é celebrada a Vigília Pascal, também conhecida como a Missa do Fogo. Nela o Círio Pascal é acesso, resultando as cinzas. O significado das cinzas é que do pó viemos e para o pó voltaremos, sinal de conversão e de que nada somos sem Deus. Um símbolo da renovação de um ciclo. Os rituais se encerram no domingo, data da ressurreição de Cristo, com a Missa da Páscoa, que celebra o Cristo vivo.

Fonte: CNBB - Conferência Nacional dos Bispos do Brasil
           Arquidiocese de São Paulo - Vicariato da Comunicação

quarta-feira, 23 de março de 2011

O Diálogo com Deus

A oração, o diálogo com Deus, é um bem incomparável, porque nos põe em comunhão íntima com Deus. Assim como os olhos do corpo são iluminados quando recebem a luz, a alma que se eleva para Deus é iluminada por sua luz inefável. Falo da oração que não é só uma atitude exterior, mas que provém do coração e não se limita a ocasiões ou horas determinadas, prolongando-se dia e noite, sem inter­rupção.

Das Homílias do Pseudo-Crisóstomo

Oração na íntegra >> http://santidadejjovem.blogspot.com/2011/03/oracao-e-luz-da-alma.html

segunda-feira, 21 de março de 2011

Fonte de Sabedoria

"Agradeça a Deus pelo dom da fé, pois muitos não o possuem." (Padre Pio de Pietrelcina)

quinta-feira, 17 de março de 2011

Fonte de Sabedoria

Quanto agradam a Deus e como são úteis os méritos de alguém que padece injustamente! Sua paciência dá a Deus grande louvor. (Sta. Catarina de Sena)

segunda-feira, 14 de março de 2011

Fonte de Sabedoria

 "Nunca desista diante das dificuldades." (Padre Pio de Pietrelcina)

domingo, 13 de março de 2011

PARA REFLETIR - Por: Pe. Caetano de Vasconcelos



Encontrando a porta aberta, quando
vem a nós, Jesus vai fundo, leva longe,
transforma, transfere, trasfigura.

A paz não é uma posição do lado de fora.
É uma disposição do lado de dentro.

Nossos defeitos impressionam mal. Impressionam e imprimem!

O pessoal anda pensado seriamente em ser feliz. Mas não põe tanta seriedade em "ser".

Flor que aceita a morte é mãe de muitos frutos. Só vira fruto a flor que desistiu de ficar flor.

É fazendo alguém feliz que se começa a ser feliz.

Tema da Semana - A Criação: presente de Deus para nós. Por Marcos Nascimento


O livro do Gênesis, logo em seu primeiro versículo, diz: "No princípio Deus criou os céus e a terra." (Gn 1,1); e mais adiante no capítulo 2, versículo 15: "O Senhor Deus tomou o homem e colocou-o no jardim do Éden para cultivá-lo e guardá-lo"; essa atitude de Deus para com Adão abrange a todos nós, sem exceção.
Toda a criação, tudo o que podemos tocar, contemplar e sentir é um grande presente dado por Deus a cada um de nós, selado por Ele mesmo com as seguintes palavras:" E Deus viu que era bom " (Gn 1), por isso não podemos nos esquecer da grande missão de cultivar e guardar tudo o que Deus criou.
A Campanha da Fraternidade 2011, tem como tema "Fraternidade e vida no planeta e lema "A criação geme em dores de parto" (Rm 8, 22). Quantas e quantas vezes somos os responsáveis pelo gemido de toda a criação, no banho demorado que tomamos, na torneira esquecida aberta enquanto escovamos os dentes, no carro que lavamos usando água sem preocupação, e assim por diante, é duro, porém, é a mais absoluta verdade quando se diz que é o próprio homem que destrói o planeta.
Com a CF a Igreja vem nos alertar acerca do grande perigo que ameaça a vida de todos os seres vivos, fazendo-nos olhar para a natureza e perceber como nossas ações estão contribuíndo para a destruição de nossa morada, o planeta Terra.
É hora de "arregaçar-mos as mangas" e mudar toda essa situação de gemidos e gritos de dor de nossa mãe terra, começando com nossa mudança de mentalidade e refletindo-se em toda a sociedade. A princípio parece pequena coisa, mas se cada um tomar sua iniciativa e sair do comodismo, toda essa situação pode se transformar de fonte da morte para fonte da vida, vida nova no Cristo Ressucitado, um novo céu e uma nova terra que hão de vir, o importante é que cada um faça sua parte em favor de tão grande dom dado á nós.

Marcos Paulo Nascimento - @mpaulored
É meus caros irmãos... Precisamos agir rápido, o meio ambiente não pode mais esperar. É preciso que todos nós nos concientizemos e tomemos uma atitude. Que tal começarmos expondo pontos de vista sobre o que esta causando toda esta devastação no meio ambiente e de que maneira nós podemos reverter tal situação?!

Essa semana o Olhar Jovem vai discutir sobre a Campanha da Fraternidade 2011 (Fraternidade e vida no planeta) tema que os jovens devem ter uma participação integral, pois o mundo que construimos hoje será a nossa morada amanhã.

Expresse pontos de vista! @olhar_jovem ou num_yagomaciel@hotmail.com

Fonte de Sabedoria

"O demônio vence apenas os orgulhosos e medrosos, porque os humildes são fortes." (Sta. Faustina)

quinta-feira, 10 de março de 2011

Pontos de Vista! O que leva um jovem ao mundo das drogas?

Fico muito feliz pela participação dos nossos seguidores no Twitter que não param de enviar suas opiniões e de debater sobre o tema proposto pelo @olhar_jovem nesta semana que se passou. Não percam o nosso próximo tema.
 
@ Ser Jovem e Santo

Quem vende não se importa com a vida que está destruindo, só com o lucro. isso é demoníaco. @
@ CÁSSIA
@ ^♪ FALTA DE RAGRAS, FAZ COM QUE OS JOVENS PERCAM O SENTIDO DA VIDA ... É POR AI =D
@ José Hugo Furlan  
@ muita coisa, depende do jovem, companias, problemas familiares, falta de instrução, falta de Deus...
@ Marcos Paulo

@ A religião pode se tornar um caminho de saída das drogas, a medida que vai transformando o Jovem.
Lilia Carvalho

@ As só leva à doença, desespero um mundo de destruição! Jovens sigam o caminho do bem.
@ Miller Novelli

@ Devemos orar para derrotar quem aponta essa arma para os jovens... A fé e a oração vence qualquer batalha!! :D
@ Everton Ramos ♫
@ ~> se o jovem não tiver um olhar mais cuidadoso e atencioso da família essa "arma" pode ser disparada a qualquer momento!
@ Tieli Viana Gomes
@ A droga está acabando com os jovens, se prendem ao prazer das horas, da curtição e se esquecem dos valores e de suas vidas!

Fonte de Sabedoria


Verdadeiramente és admirável, ó Verbo de Deus,
no Espírito Santo, fazendo com que Ele
se infunda de tal modo na alma,
que ela se una a Deus,
conheça a Deus,
e em nada
se alegre fora de Deus.

Zona de fronteira, jovens abusam do consumo de drogas no carnaval




O carnaval em Cáceres, região Oeste do Estado, está sendo marcado pelo consumo e comercialização de drogas, por menores e adolescentes. Nos três primeiros dias do festejo de momo, 12 pessoas, entre eles, seis menores, foram detidos pela Polícia Militar, consumindo ou comercializando maconha e cocaína na Praça do Daveron, onde acontece a folia. As detenções começaram desde a noite de sexta-feira.
Os primeiros a serem detidos J.M.S, 17 anos e G.S.R, 15 anos, foram flagrados com várias trouxinhas de maconha e cocaína. No sábado foi a vez de Weverton Wilner Viana da Silva, 19, Pedro Paulo Gomes, 20 e o menor K.K.A R, 17. Em poder do trio a polícia encontrou 7 trouxinhas e cocaína. Para ludibriar a polícia, Paulo Gomes carregava a droga em uma caixa de fósforos.
Na noite de sábado e domingo novos flagrantes. Através da Agência Regional de Inteligência (ARI) a PM e a Força Tática, chegaram a Gilson Leite da Silva, 20 anos e ao menor M.J.S.O, 17. Com a dupla a polícia apreendeu 9 papelotes de cocaína e R$ 250,00, supostamente, referente a comercialização da droga. Ainda na noite de domingo, na operação carnaval, a polícia chegou a Alice Cristiane Deluque de Souza, 18 anos. A detenção, conforme o comando do 6º Batalhão de Polícia Militar (6º BPM) ocorreu no momento em que Cristiane entregava 3 trouxinhas de cocaína a Thiago Jeferson Livado, 25 anos. Junto com a “vendedora” foi encontrado R$ 120. Resultado da venda do entorpecente, segundo a PM.
Já na madrugada de domingo, foi detido o menor F.G.N, 17 anos e Elton Jonnis Cardoso Dutra, 21. Com eles foram encontrados dois papelotes de cocaína e R$ 200, conforme a polícia, pagamento do produto. Ao amanhecer, foi a vez da detenção dos irmãos Fábio de Oliveira, 20 anos e Paulo Gabriel de Oliveira, 18. Com a dupla a PM encontrou vários papelotes de entorpecente. As apreensões prosseguiram na noite de domingo e madrugada de segunda-feira. Após monitorar alguns suspeitos, a PM flagrou quando Rafael Avelino, vulgo Gaguinho, 20 anos, negociava um papelote de entorpecente com Renan Marques Euagi, 18. O menor R.P.L, que auxiliava na negociação, também foi detido. Por volta das 4h30 da manhã foi a vez da detenção de Leowilson Leone Cebalho, 18. Cebalho foi flagrado no momento em que realizada a compra de entorpecente.
Além das apreensões de drogas na Praça do Daveron, a PM também obteve êxito em outras operações. A guarda da cadeia, durante uma revista, impediu a fuga de detentos ao descobrir dois túneis que estavam sendo construídos na unidade; prendeu em flagrante, Lindomar Marciano da Silva, 22. A prisão ocorreu após a PM ver as imagens do circuito de segurança do Motel Sedução, em que aparece Marciano, entrando em luta corporal com o guarda para após roubar o estabelecimento. Outros dois ladrões também foram presos após praticarem um furto em uma residência no bairro São José.
Enquanto, uma minoria aproveita o período do carnaval para consumir e comercializar drogas e outros para roubar, um grupo maior se vale da oportunidade para orar e agradecer à Deus. Milhares de católicos se reúnem para a 19ª edição do “Água Viva”. O encontro de orações é uma iniciativa da Paróquia Nossa Senhora Aparecida, realizada no Estádio Geraldão. O evento no domingo, previsto para encerrar hoje,  deve reunir aproximadamente 5 mil pessoas durante três dias.

quinta-feira, 3 de março de 2011

Fonte de Sabedoria - Santa Catarina de Sena

O afeto conduz a alma como os pés conduzem o corpo.

Brasil é o maior consumidor sul-americano de drogas, aponta relatório do Departamento de Estado dos EUA

País conquistou a primeira posição este ano. Na região dos países do Mercosul há um grande fluxo de drogas em trânsito, aquelas que têm como destino final ou a Europa, ou os EUA ou ainda a África
Redação Época com agência EFE


O Brasil se transformou no maior consumidor sul-americano de drogas, segundo informou nesta quinta-feira (3) o Departamento de Estado dos Estados Unidos em relatório sobre a "Estratégia para o Controle Internacional de Narcóticos". O documento é publicado anualmente e traz informações sobre os países que ajudam os EUA a combater o narcotráfico. Na América do Sul, Argentina, Chile, Paraguai e Uruguai seguem sendo países estratégicos na distribuição de drogas com destino à Europa e América do Norte.

Segundo o documento, a grandeza do país e a extensa costa do Brasil “o transformam em uma rota de passagem inevitável para o contrabando de narcóticos rumo a Europa, África e, em menor quantidade, aos Estados Unidos”. O relatório aponta ainda que com tanta droga passando pelo país, o consumo aumentou consideravelmente, e que segue crescendo.

Outro relatório, divulgado pela Organização das Nações Unidas (ONU), afirmou que o país já tem 900 mil consumidores de cocaína. Para os EUA, além de consumir, o Brasil também está se transformando em um grande fornecedor de compostos químicos para a produção da droga, além de contribuir para o tráfico ao não fiscalizar o trânsito de pequenos aviões da Colômbia e Peru - reconhecidos mercados produtores da cocaína.

Sobre a maconha, o relatório afirma que embora já se cultive a planta no nordeste do país, o Paraguai continua sendo o maior fornecedor da droga. E a cocaína que chega ao mercado brasileiro vem, principalmente, da Bolívia, Peru e Colômbia em aviões de passagem, com destino final aos mercados europeu, norte-americano ou africano.

Outra importante rota da droga no continente é a Argentina, que apesar de não ser grande produtor de cocaína transformou-se rapidamente no segundo maior mercado consumidor da droga. Só no ano passado, a Administração de Controle de Drogas (DEA na sigla em inglês) calcula que tenham passaram pela Argentina cerca de 70 toneladas de cocaína destinadas, majoritariamente, à Europa.

O Chile, segundo o relatório, também não é um grande produtor de drogas ilegais, mas é "um importante país de passagem para os embarques de cocaína andina com destino à Europa, e algumas fontes assinalam que para envios aos Estados Unidos também".

Ainda na região do Mercosul, Uruguai e Paraguai também preocupam as autoridades norte-americanas. No ano passado, o Governo dos Estados Unidos tirou o Paraguai da lista dos maiores produtores e lugares de passagem de drogas ilegais, mas o país ainda é um importante fornecedor de maconha para os sul-americano. Já o Uruguai não é grande produtor de drogas, mas tem atraído os traficantes “pela estratégica posição marítima do país”, que faz fronteira com Argentina e Brasil.

Também preocupa o aumento no consumo da pasta base de coca em toda a região. "O consumo local do produto da base da cocaína, barato e altamente aditivo, conhecido como 'pasta base', continua sendo um problema", acrescenta o documento.

LH

Fonte: http://revistaepoca.globo.com/Revista/Epoca/0,,EMI216001-15228,00-BRASIL+E+O+MAIOR+CONSUMIDOR+SULAMERICANO+DE+DROGAS+APONTA+RELATORIO+DO+DEPA.html